quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Progressistas x Extremistas - vídeos

Ser ¡Voz! Também se posiciona em defesa das Minorias e contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária. Defende Reforma Jurídica, Reforma Política e Parlamentar. Reformas que o Brasil precisa, além de uma PROFUNDA REFORMA MORAL & SOCIAL!!! Assim, apresenta sua série de vídeos, dentre eles, Padres e Pastores. Porém, antes, um assunto que, além da Paraíso do Tuiuti, no Carnaval, também foi assunto muito debatido em Redes Sociais no Brasil: 
  
"Espíritas progressistas respondem à entrevista coletiva de Divaldo Franco e Haroldo Dutra no congresso de Goiás:"
_Gláucia Lima
Gostei da Nota. Considerei apropriada e se "Espírita" fosse, garanto que a subscreveria também!
Por que falo assim?
“Toda posição e expressão de pessoas públicas, como lhes toca, tem um preço. Cada ação tem uma reação, como bem prega a Doutrina Espírita. É a Lei de Causa e Efeito. Não seria diferente para ambos. Que provação!”

Gostaria de assinar a nota enquanto Espiritista. Mulher, trabalhadora, escritora, holística, coordenadora de um do Fórum de Mulheres no Fisco - FMFi que luta por equidade e democracia, diretora da Casa de Amizade Brasil/Cuba do Ceará, Associação Internacional de Solidariedade aos Povos, cuja principal bandeira é denunciar abusos de países autoritários e defender autonomia, unidade e liberdade entre os povos. Porém, principalmente como Mãe. Mãe também de um filho assassinado, vítima da violência urbana. A partir dessa tragédia e ressignificação da dor, foi fundado o InsTI - Instituto Tonny Ítalo, a qual presido, mãe de um jovem homossexual, mãe de uma mulher negra. Como ser humano, sempre procurei me pautar pondo a Luta pela dignidade humana, democracia e equidade na balança do Amor e da Paz!
“Sempre busco pesquisar para entender mais do que entendo menos.”
Seria leviana se dissesse o contrário do que vou falar agora: sempre gostei, admirei e respeitei Divaldo Franco. Eu o acompanho desde meus vinte e poucos anos, mesmo antes de minha mãe falecer, que foi quando eu me aproximei muito da doutrina de Kardec para compreender e ter explicações de muito do que ocorria comigo. Sou estudiosa e não foi diferente naquele momento. Sempre busco pesquisar para entender mais do que entendo menos. Pesquiso em ampla “doutrina”, sem preconceitos. Devido meus sonhos, de uma vida inteira, terem se intensificado (com desdobramentos), até escrevi (aos trinta anos) o Sonho – Uma Percepção da Verdade, livro lançado a primeira vez em 2011.
Pois bem, sempre o acompanhei em palestras, conferências etc., mas, sempre percebi seus posicionamentos conservadores e um tanto reacionários. Fundamentalistas, talvez. Até mais que Chico Xavier, principalmente ao que se refere à Orientação sexual e questões relacionadas a gênero.
Haroldo Dutra, o Juiz espírita, estudioso das Escrituras, conheci depois do assassinato de meu filho Tonny Ítalo. Não nego que foram ambos, entre tantas outras pessoas, que me acompanharam e confortaram nas noites “tenebrosas” do luto recente (e ainda acompanham). Quanto conforto e quietude me foram e são transmitidos por eles. Quanto carinho e compreensão diante da dor... Através da internet, claro. No Juiz, também, era perceptivo o conservadorismo e o posicionamento de “direita” quando se arvorava a dar opiniões na pauta política, direito de todo ser humano. “Vixe”, que isso me irritava... Às vezes, no meio de uma explanação tão bela e profunda, ele saía com algo que era um verdadeiro disparate... Mas, não julguemos. Falemos do caso concreto.
Era preciso sim, colocar o dedo na ferida. Costumo dizer, conversando com minha filha e meu filho, principalmente, que “não se faz omelete sem quebrar os ovos!”. Pessoas boníssimas, caridosas, abnegadas que, infelizmente, são politicamente equivocadas. De uma sabedoria ímpar e cheios de boas intenções com a doutrina que proferem e defendem. Merece sim, nosso respeito.
No entanto, toda posição e expressão de pessoas públicas, como lhes toca, tem um preço. Cada ação tem uma reação, como bem prega a Doutrina Espírita. É a Lei de Causa e Efeito. Não seria diferente para ambos. Que provação!

Segue o texto conforme fonte: CONEXÃO JORNALISMO /
Descrição: http://www.conexaojornalismo.com.br/imagens/semi_circulo.png   ASTRAL - RELIGIÃO

“Espíritas afirmam, em nota, que Divaldo partidariza religião.
Há alguns dias um vídeo postado pela liderança Espírita do Brasil, o médium Divaldo Franco, causou alvoroço entre os ditos "encarnados" - e dizem que entre os "desencarnados" também.
Após a polêmica o vídeo foi retirado do ar. Mas, mesmo assim, representantes da religião escreveram um manifesto onde criticam o comportamento de Divaldo Franco e dos que o apoiaram naquela cruzada. 
Espíritas afirmam, em nota, que Divaldo partidariza religião.
Referido vídeo:
Leia abaixo o texto que rebate a fala de Divaldo Franco:

Texto que rebate a fala de Divaldo Franco:


"Espíritas progressistas respondem à entrevista coletiva de Divaldo Franco e Haroldo Dutra no congresso de Goiás:

Espíritas que somos, os abaixo-assinados, tornamos pública a nossa desaprovação a diversas opiniões que foram expostas no vídeo que circulou essa semana nas redes sociais, e que depois foi retirado do Youtube. Declaramos que elas não nos representam e não representam o espiritismo, pois são apenas opiniões pessoais de seus autores, e que, em nosso entender, carecem de fundamento teórico e científico.


Aliás, médiuns e oradores não têm autoridade para falar em nome do espiritismo. Ninguém tem essa autoridade, nem mesmo instituições federativas. O espiritismo é uma ideia livre, cuja maior referência é Kardec, mas cujos livros também não podem ser citados como bíblia. Para manifestarmos ideias e posições do ponto de vista espírita, segundo a própria metodologia proposta por Kardec, temos de dialogar com a ciência de nosso tempo, usar argumentos racionais e adotar de preferência posturas que estejam de acordo com os princípios básicos da ética espírita, que são os da liberdade de consciência, amor ao próximo, fraternidade, entre outros.

O movimento espírita brasileiro está longe da unanimidade em todos os temas, sobretudo os que se referem a questões contemporâneas e, por isso, é importante delimitar as posições, para deixarmos claro que declarações como as que foram feitas neste vídeo não representam o espiritismo.

Dessa forma, rebatemos alguns pontos da referida entrevista:
1) Divaldo referiu-se à República de Curitiba e a seu suposto "presidente", Sérgio Moro. Não existe uma República de Curitiba, pois segundo nossa Constituição só há uma República a ser reconhecida em nosso território, e é a República Federativa do Brasil. E a referência a um juiz federal de primeiro grau como o Presidente desta acintosa República é um grave desrespeito ao Estado, à nação brasileira, atribuindo a tal república poderes inexistentes em nossa Constituição. Além dessa nociva postura marcadamente messiânica e de culto à personalidade, pode dar a entender que o restante do povo brasileiro não presta e que não há pessoas boas espalhadas pelo Brasil dando o melhor de si.


2) Divaldo chama esse mesmo juiz de "venerando" - o que é altamente questionável, dadas as críticas de grandes juristas nacionais e internacionais à parcialidade desse juiz e a seus atos de ilegalidade, que feriram a Constituição, e às notícias que correm na mídia de seu conluio com determinados segmentos e partidos.


3) Divaldo assume uma postura claramente partidária, contrária ao PT - o que é de seu pleno direito, mas nunca em nome do espiritismo - fazendo, porém, uma crítica rasa, com uma miscelânea conceitual, chamando o governo desse partido de marxista e assumindo um discurso próprio da polarização extremista, manipulada e sem consistência que invade nossas redes sociais e nossa vida política, contribuindo para os momentos de incertezas e de medos em que vivemos.
4) Há uma fala extremamente problemática que se refere à chamada "ideologia de gênero". Não existe "ideologia de gênero" - este é um termo criado por setores fundamentalistas da Igreja Católica e depois adotado pelas Igrejas Evangélicas. Existe sim uma área de pesquisa no mundo que se chama "Estudos de Gênero" - que teve influência de Michel Foucault, Simone de Beauvoir e Judith Buttler. Os "Estudos de Gênero" se dedicam a procurar entender como se constitui a feminilidade e a masculinidade do ponto de vista social, se debruçam sobre questões de orientação sexual, hetero, homo, transsexualidade - ou seja, todos fenômenos humanos, que estão diariamente diante de nossos olhos. Podemos concordar com algumas dessas conclusões, discordar de outras, deixar em suspenso outras tantas. Esse olhar é muito recente na história e ainda estamos apalpando questões profundas e complexas - e em nosso ponto de vista espírita, não é possível ter plena compreensão delas sem a chave da reencarnação. Uma abordagem puramente materialista jamais vai dar conta do pleno entendimento do psiquismo humano. Mas estamos muito longe de ter gente reencarnacionista competente, fazendo pesquisa séria, para dialogar com pesquisadores com abordagens meramente sociológicas ou psicológicas. Então, nós espíritas, não temos ainda melhores respostas que os outros e não podemos, por cautela, seguir a cartilha dos setores conservadores mais radicais de generalizar esses estudos sob o termo, usado aqui pejorativamente, de ideologia, para desqualificá-los como "imoralidade ímpar". Parece-nos que uma dose de humildade científica, prudência filosófica e bom-senso faria bem a todos nesse ponto, especialmente quando o domínio sobre os corpos e a sexualidade sempre foi um ponto central para as religiões ocidentais.

5) Divaldo revela também completo desconhecimento dessa área de estudos de gênero, alinhando-a ao marxismo e ao comunismo. As grandes lideranças desses estudos estão nos Estados Unidos e na Europa. Aliás, os estudiosos desse tema encontram-se em diversas correntes de pensamento, desde marxistas até pós-modernos de diferentes matizes e até liberais. Ao fazer isso, mais uma vez, mostra a adesão a um discurso pronto, midiático, que ressoa nos setores evangélicos e católicos mais radicais, que primam por taxar qualquer ideia ou debate que lhes desagrade com o termo "comunista" - um grande espantalho generalizante, simplista e esvaziado de sentido, mas que tem sido eficaz, ao longo dos tempos, para dar forma a medos sociais e, assim, orientar o ódio e o ressentimento das pessoas contra certos alvos.

Por fim, deixamos aqui as seguintes afirmações:
  • Nenhum médium ou orador pode falar em nome de todos os espíritas ou em nome do espiritismo. Isso é, por si só, desonestidade intelectual;
  • Quando um espírita, sobretudo se tem influência sobre a comunidade, manifesta uma ideia ou uma opinião, tem por dever se informar sobre os temas de que está falando, usar referências confiáveis e estar em consonância com a lógica, com a ciência e com o bom senso.
  • Deve também, preferencialmente, defender os direitos dos mais fragilizados socialmente, no caso, as mulheres, as crianças, os membros da comunidade LGBT+, que são objeto dessas discussões dos estudos de gênero, justamente por estarem vulneráveis a todo tipo de violência e desrespeito em nossa sociedade, além dos negros e negras, as juventudes periféricas e as pessoas com deficiência.

  • Não deve alimentar discursos de ódio partidário e nem medidas punitivas contra quem quer que seja: nossa bandeira é a da educação, da fraternidade entre todos e da paz, comprometidos com a democracia, a justiça social e a regeneração da sociedade." 
Adriana Jaeger Santos, RS
Agnes Vitória Cabral Rezende, MT
Alana de Andrade Santana, BA
Alessandro Augusto Arruda Basso, SP
Alessandro Cesar Bigheto, SP
Alexandre Mota, SP
Alexandro Chazan, SP
Álvaro Aleixo Martins Capute, MG
Amauri Ramos, SP
Bernardo Gonçalves, SP
Carlos Augusto Pegurski, PR
Carlos Sérgio da Silva, SP
Claudia Gelernter, SP
Claudia Mota, SP
Cynthia Maria Fiorini Santos, SP
Dalva de Souza Franco, SP
Dalva Radeschi, SP
Dennylson de Lima Sepulvida, SP
Dora Incontri, SP
Douglas Neman, SP
Eduardo Alves de Oliveira, SP
Eduardo Lima, CE
Erica de Oliveira, SP
Fábio Lau, RJ
Felipe Gonçalves, SP
Felipe Sellin, ES
Fernando Fernandes, SP
Franklin Felix, SP
Gilmar da Cunha Trivelatto, SP
Glauco Ribeiro de Souza, SP
Hélio Ribeiro, MG
Izaias Lobo Lannes, MG
João Carlos de Freitas, SP
Jandyra Abranches, ES
Juçara Silva Volpato, ES
Larissa Blanco
Leandro Piazzon Correa, SP
Litza Amorim, SP
Lorisani Marisa de Leão de Souza, RS
Luciano Sérgio Ventin Bomfim, BA
Luis Gustavo Carvalho Ruivo Andrade, SP
Luis Márcio Arnaut, SP
Luziete Maria da Silva del Poggetto, SP
Marcel Pordeus, CE
Marcelo Henrique Pereira, SC
Marcos Wilian Silva MT
Maristela Viana França de Andrade de Aragarças GO
Maristela Viana França de Andrade, GO
Maurício Zanolini, SP
Murilo Negreiros, SP
Patrícia Imperato Malite, SP
Pedro Camilo, BA
Raphael Faé, ES
Roberto Colombo, SP
Samantha Lodi, SP
Sebastião do Aragão, SC
Sérgio Aleixo, RJ
Silvia Bueno, SP
Sinuê Neckel Miguel, RS
Suzana Leão, RS
Tatiane Braz Comitre Basso, SP
Thiago Rosa, SP
Tiago Fernandes, PR
Vinicius Lara, MG
Willan Silva, ES
Yuri David Esteves, SP





Não sejamos "massa de manobra". Ser Progressista quer dizer: que LUTA POR JUSTIÇA SOCIAL; COMBATE A DESIGUALDADE; QUE LUTA CONTRA DIVERSAS FORMAS DE OPRESSÃO. É  ESTAR CONTRA ESSA AGENDA DE RETIRADA DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES E CONTRA A PÁTRIA LIBRE.
SER PROGRESSISTA É DEFENDER A DEMOCRACIA. Que pressupõe: ESTADO LAICO; DIVERSIDADE; DIREITOS HUMANOS; E, DEFESA DOS DIREITOS DAS MINORIAS. Isso é ser IRMÃO NA FÉ!

A Igreja Católica (Progressista) está se posicionando contra o auxílio-moradia dos juízes, que realmente, é uma *vergonha*!!! Padre Júlio Lancelote, em sua Homilia do 5º Domingo do Tempo Comum, no dia 04/02/2018, denunciou a hipocrisia imoral em na Política e no Judiciário. Palavras dos nossos tempos! 
São Francisco de Assis, quando ia a Roma, ñ ficava com o Papa no Vaticano. Ao contrário, assim como Jesus, ficava nas ruas e praças, com os leprosos e desvalidos... 
Este *CRISTIANISMO* autêntico é o que defende as Minorias, Luta por Justiça Social e combate a Violência!

Reforma Trabalhista e Previdenciária só afeta, negativamente, a trabalhadora e o trabalhador. Ao contrário, Reformas que precisamos é a Reforma Jurídica, Reforma Política e Parlamentar, são dessa reformas que o Brasil precisa, além de uma PROFUNDA REFORMA MORAL & SOCIAL!!! Só assim para acabar essas distorções! 

PASTOR DENUNCIA FRENTE CONSERVADORA E EXTREMISTA PARLAMENTAR EVANGÉLICA 
"Coronéis da Fé" estão associados à bancada do Boi e da Bala. Fazem "bizarrices em nome de Deus".
Essa Frente é obstáculo à: Democracia; Diversidade; Direito Humanos; e, especialmente, Mulheres; LGBTS; Negros; Quilombolas; e Indígenas.
Seu Extremismo religioso alimenta a intolerância e impõe à sociedade o pensamento de um segmento religioso. Extremismo q se pauta no Medo, estimulando ações de violência, Por isto, está diretamente ligado à Violência e Impõem medo aos diferentes: REPULSA, AVERSÃO, DESPREZO, INDIFERENÇA E O ÓDIO. LEGITIMANDO A VIOLÊNCIA.
Conservadorismo & Extremismo religiosos:
Um ajuda e completa o outro a fortalecer os "Coronéis e Mercadores da Fé". Dão "justificativas ao discurso de ódio". Desconsideram q DEMOCRACIA PRESSUPÕE: ESTADO LAICO; DIVERSIDADE; DIREITOS HUMANOS; E, DEFESA DOS DIREITOS DAS MINORIAS. 
Roupagem pra ocultar "Discurso de Ódio e Sede do Poder!"
TENHO GRANDES AMIGXS EVANGÉLICXS. Graças a Deus, nenhum dessxs são "massa de manobra". Gente Progressista, que LUTA POR JUSTIÇA SOCIAL; COMBATE A DESIGUALDADE; QUE LUTA CONTRA DIVERSAS FORMAS DE OPRESSÃO. PESSOAS, QUE EM SUA MAIORIA, VÃO CONTRA ESSA AGENDA DE RETIRADA DOS DIREITOS DOS TRABALHADORES. 
Um SALVE a estes AMIGXS que: “DENUNCIAM A VIOLÊNCIA DOS EXTREMISTAS; CRITICAM O SILÊNCIO DOS CONSERVADORES; E ANIMAM MOVIMENTOS DE LUTA E RESISTÊNCIA PARA Q HAJA VIDA PLENA PARA TODAS AS PESSOAS.”
"COMO DISCÍPULO DE JESUS, EU CREIO NO AMOR SEM DISTINÇÃO, NO ACOLHIMENTO SEM CONDIÇÃO" - Henrique Vieira - Pastor, Professor de História, Ator, Militante de Direitos Humanos e colunista da Mídia NINJA 
Descrição: https://static.xx.fbcdn.net/images/emoji.php/v9/fe9/1/16/1f64b_1f3fd_200d_2642.png

_Esses me representam! Gláucia Lima 🙋🙋🏽‍♀






quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

As tragédias: O choro e a luta

“Nós temos uma das elites mais opulentas, antisociais e conservadoras do Mundo.”  Darcy Ribeiro
“O maior e único problema do Brasil são as suas elites: apátridas, parasitárias, vivem de vender o patrimônio nacional e manter o povo escravizado, ignorante, feito gado!” Darcy Ribeiro

por, José Prudente Filho*
As tragédias.
O choro e a luta.
 Exatamente seis após o meu nascimento, no dia dez de julho de 1950, em 16 de julho, a seleção brasileira de futebol perdia a final do mundial para a seleção do Uruguai. Uma tragédia inesquecível.
Quatro anos depois. No dia 24 de agosto de 1954, ocorre a morte de Vargas. Mais uma tragédia.
Em 1958 a seleção brasileira nos redimiu com a conquista da Copa do mundo na Suécia e ainda nos brindou com o bi em 1962 no Chile. De sobra e, para acabar de vez com o nosso complexo de vira-latas, ganhou o tri em 1970 no México.
Ou seja, a tragédia de 1950 se transformou em gloria e o Brasil virou referência no futebol e ainda tivemos o prazer de revelar Garrincha e Pelé como os maiores craques do futebol que o mundo já viu.
Tragédias são prenúncios de gloria.
A morte de Getúlio proporciona a eleição de Juscelino Kubitschek e vem a campanha de 50 anos em 5 que proporciona um período de notável desenvolvimento.
 É a gloria.
Não suportando o sucesso de JK a elite udenista e golpista ancorada na mídia conservadora e venal, inventa o “Homem da Vassoura”, um tal de Jânio Quadros, para varrer a corrupção.
Sucesso eleitoral, fracasso de gestão.
Renúncia.
Assume Jango e vem o golpe.
Tragédia de 21 anos de duração.
DIRETAS JÁ.
Gloria de movimentação popular e traição com compra de votos para derrotar a emenda. Matéria, ao meu ver, ainda não devidamente estudada pela História.
Brizola, quero crer, ganharia as eleições.
Tivemos que engolir Sarney. Tragédia.
Sucede-se outra tragédia.
O caçador de Marajás.  Invenção da Rede Globo.
Com medo de Lula, cria-se o real para eleger a tragédia paulista com o carioca, papo furado, Fernando Henrique Cardoso (FHC). Mais uma tragédia.
A corrupção corre solta e, com compra de deputados, cria-se o instituto da reeleição.
Mais uma tragédia.
O fracasso do Plano Real e de FHC possibilitam a eleição e os mandados gloriosos de Lula, a tal ponto que o cara virou o “Cara” e consegue eleger a notável Dilma que faz um baita mandato a ponto de garantir uma taxa de desemprego abaixo de 5% e utilizar pela primeira vez na história do Brasil, os bancos públicos, sobretudo o BB e a Caixa para forçar a baixa da taxa de juros.
Dilma se reelege e ocorre a tragédia do Golpe.
Os conservadores não aguentam mais perder no voto.
Dão o Golpe e agora tentam nos impor mais uma tragédia tentando impedir a candidatura de Lula.
O “julgamento” de hoje é, indubitavelmente outra tragédia.
José Prudente Filho
Como soe acontecer, as tragédia são e sempre serão prenúncios de glorias.
Hoje é dia de chorar.
Amanhã será dia de lutar.
Vamos continuar na luta.
Lula de novo em 2019.
O Brasil agradece.
_ José Prudente Filho*Cidadão brasileiro. Petista.


"SE O TRIPLEX É MEU, OCUPEM JÁ!" Lula aos sem teto 
"Enquanto esse coração velho bater,
a luta pelo povo brasileiro vai continuar"

(Crédito: Mídia Ninja)
Esse é o Lula q queremos e gostamos!
O processo está subordinado ao PiG desde o início!
"Fracassei em tudo o que tentei na vida.
Tentei alfabetizar as crianças brasileiras, não consegui.
Tentei salvar os índios, não consegui.
Tentei fazer uma universidade séria e fracassei.
Tentei fazer o Brasil desenvolver-se autonomamente e fracassei.
Mas os fracassos são minhas vitórias.
Eu detestaria estar no lugar de quem me venceu."
Darcy Ribeiro
Era o que eu queria ter escrito pra meus filhos... Lula e Darcy falaram por mim!
DE DARCY PARA LULA: CHORE HOJE, LUTE AMANHà
http://www.tijolaco.com.br/blog/de-darcy-para-lula/
"Cada vez que um político nacionalista ou populista se encaminha para a revisão da institucionalidade, as classes dominantes apelam para a repressão e a força.
Eu mesmo sofri isso, como auxiliar de Jango. Só me deixaram voltar aos Brasil quando acharam – como vão achar você – prestes a morrer de um câncer que me levou um pulmão. Por isso, te digo, o que é ser preso perto de estar na iminência da morte?
Não é a primeira vez que escrevo sobre você. A primeira foi quando ainda estava por aí, em 1989, e desabafei:
Estou me cansando de ouvir falar de Lula com descaso. Qualquer advogadinho idiota, porque formado, se acha melhor que ele, mais preparado para governar. Um intelectual desses que leu meia dúzia de livros ou escreveu qualquer bobagem, um tecnocrata que desempenhou bem ou mal algum cargo, todos se acham melhores que Lula e falam dele sem sombra de respeito. Por que? Essa gente pensa que o exercício do poder, em postos de alta responsabilidade, cabe a uma categoria particularíssima de pessoas, na qual não incluiriam jamais um ex-operário ou um líder sindical, ainda que muito bem-sucedido.
Não errei, não é?"

Siga lendo, o texto é estupendo!

FIM DA LINHA PRA VOCÊ, EX-PRESIDENTE!
Fim da linha pra você,
ex-presidente ladrão,
mesmo sem provas
bato panelas
em prol da sua condenação.
Isso é pra você aprender,
que o pobre não tem direito a mais que uma refeição.
Fim da linha pra você, metalúrgico boçal,
isso é pra você aprender
a nunca mais fazer assistência social
com meu dinheiro
e nem se atrever a transformar em engenheira
a filha do pedreiro.
Fim da linha pra você, ex presidente aleijado,
não é pelo triplex
que você está sendo condenado,
é pela sua ousadia
em ajudar o garçom
a virar advogado,
em contribuir
pra ascensão do negro favelado,
que agora acredita
que pode estudar medicina,
sair da miséria
e até conhecer a Capela Sistina.
Fim da linha pra você, ex presidente bandido,
isso é pra você aprender,
que o nordeste deve continuar a ser esquecido
e que saúde e educação
é pra quem pode
e não é que pra quem quer.
Fim da linha pra você, semi analfabeto atrevido,
graças a sua insensatez,
o filho da faxineira
chamou o meu filho de amigo,
você está sendo condenado
pela sua falta de noção
de achar que pobre é gente
que agora pode usar aparelho nos dentes,
ter casa própria e andar de avião.
Fim da linha pra você, ex presidente imundo,
isso é pra você parar com essa palhaçada
de estimular a minha cozinheira
a querer ter carteira assinada,
era só o que me faltava
o proletariado sonhar com qualidade de vida
você devia saber
que essa gente nasceu pra me servir
e não pra servida,
mas você é tão inconsequente, que
não enxerga um palmo diante do nariz,
que fez a babá do meu caçula
sonhar que pode estudar pra ser atriz
e fazer aula de inglês,
essa pouca vergonha
é resultado
da sua insensatez
da sua irresponsabilidade desmedida,
aprenda de uma vez
barriga vazia
e bala perdida
fazem parte do cotidiano
dessa gente bronzeada
foi querer mudar o mundo
se meteu numa enrascada.
Fim da linha pra você, ex presidente imbecil,
você está sendo condenado
não por ter roubado,
porque isso não foi provado,
seu erro
foi fazer história,
ser do tamanho do Brasil,
ter oitenta por cento de aprovação popular,
acreditar em igualdade
e saber governar.
FIM DA LINHA PRA VOCÊ, EX-PRESIDENTE!
 _Texto de Herton Gustavo Gratto